Todos.

Passe o tempo que for, serei sempre única…

E a chuva mais uma vez vem e trás consigo uma bagagem de sentimentos, misturas loucuras… Lágrimas alegres, sorrisos tristes, nostalgias amargas, saudades doces… Cada gota que visualizo chegando ao chão lembra-me de um dia, de uma tarde, de outra chuva, de outra visualização, cada brilho encontrado nas gotas lembra-me do olhar, do sorriso, exala-se cheiro de amor, de pureza…
Lembranças boas, outras ruins, mas todas de uma mesma vida; vida de altos e baixos, de alegrias raras, de tristezas profundas… Vida de amizades duradouras, de sonhos, planos jogados ao ar… Vida de amores intensos… Vida que se encontra em cada detalhe da estrada, em cada gota da chuva em cada brilho do olhar, em cada canto, de tantas formas jeitos, vários gostos em várias definições.
Entre tantas, em cada curva em todo longo horizonte uma determinação, um sonho, uma paixão; que por mais alto que esteja, serei eu; por mais baixo que me encontre ainda sim serei eu; a mesma que sonha, luta, chora, ri, implica, briga, anima; a mesma de sonhos loucos, de sorriso único de lágrimas desesperadas; a mesma com abraço de mãe; a mesma cheia de mistérios, indecifrável por vezes confusa e inigualável; a efusiva e anti-social, a critica, mandona, possessiva e ciumenta; a criança mimada, carente, sentimentalista; a mulher fria, calculista, racional…
Posso ter mil e uma definições, mil e uma fases, frases que me descrevam, posso ser, contraditória a ponto de confundir qualquer um, mesmo assim continuarei sendo única para aqueles que me rodeiam e me conhecem, continuarei sendo única em qualquer instante de qualquer maneira, continuarei sendo única da minha forma, do meu jeito…
Menina que cresceu caindo, que se fortaleceu chorando, que faz de um olhar o motivo pra viver, que valoriza qualquer detalhe, cada amizade; mulher madura, decidida, com medo infantil, que adora o desconhecido e arriscar…
Menina-mulher de essência única…

Rosas

(Ana Carolina)

“Você pode me ver
Do jeito que quiser
Eu não vou fazer esforço
Pra te contrariar
De tantas mil maneiras
Que eu posso ser
Estou certa que uma delas
Vai te agradar

Porque eu sou feita pro amor
Da cabeça aos pés
E não faço outra coisa
Do que me doar
Se causei alguma dor
Não foi por querer
Nunca tive a intenção
De te machucar…

Se teu santo por acaso
Não bater com o meu
Eu retomo o meu caminho
E nada a declarar
Meia culpa, cada um
Que vá cuidar do seu
Se for só um arranhão
Eu não vou nem soprar…”

Happy Birthday to me…

Porque hoje completo meus 18 anos…

[post editado]

Anúncios

12 thoughts on “Passe o tempo que for, serei sempre única…”

  1. Em primeiro lugar, a nostalgia é sempre um poço de inspiração para escrevermos não é mesmo? sei bem.
    Em segundo, eu AMO Ana Carolina *-*
    e em terceiro, meus parabéns adiantado pelos 18 anos, uma nova fase!

    Abraço.

  2. Bequinha,

    Lembro tanto quando fiz 18 anos.. aiai.. Aproveite essa idade, ela é linda, significa maioridade e amadurecimento. Menina mais que linda, sinta-se abraçada de verdade, viu? Esse seu jeito é cativante…

    Parabéns pelo seu aniversário, muita saúde e paz, sempre!

    Rebeca

  3. Simplesmente lindo… e verdadiro. E FELIZ ANIVERSÁRIO!!!!!! bem vinda ao clube do maiores de idade…grande coisa né Beki?! ¬¬’, crescemos antes mesmo dos 18, e só o mundo tosco em q vivemos é q não percebe. Tudo de bom ta garota?! e continue escrevendo escrevendo escrevendooo muitooo. =] TE ADORO

  4. Primeiramente, parabéns pelos 18! Logo menos é a minha vez! D:
    E eu que achava que ia demorar.. Enfim >.<
    uhauhauhauha

    Durante muito tempo eu fui completamente nostálgica. E ficava triste por isso.. Depois de um tempo, quando percebi que me fazia "mal", eu preferi deixar isso um pouco de lado.
    bem que se, nem sempre eu escapo. Mas, normalmente são cosias boas =)

    beijos!

  5. Primeiramente, parabéns. 🙂

    Adorei o Blog, os textos. É sempre bom descobrir um lugar assim.
    Desculpe a demora para aparecer, obrigada pela visita e pela sua opinião.

    Voltarei mais vezes!

  6. Oooown, Beki querida, um super feliz aniversario e tudo de bom a você!

    É sempre bom quando agente consegue parar e lembrar os fatos bons [e os nem tanto] que nos aconteceram e percebrr que cada um deles serviu de aprendizado e na construção do nosso ‘eu’ original.

    Amei o post! [pra variar ne rs]

    Beijão e um otimo fim de semana! =]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s