Todos.

Perdida…

Estática, paralisada sem rumo, sem saída, sem saber da minha própria vida.Perdi-me no tempo, me esqueci em meio aos segundos, fraquejei, me humilhei e perdi a essência que havia em mim.
Não sei pra onde vou, não sei onde estou; talvez ainda naquele canto a chorar, talvez ali naquela palavra vulgar; talvez no seu sorriso no seu olhar ou talvez nem mais aqui.
Na canção que compus, nas lágrimas que caíram à noite, no pesadelo, nos arranhões, nas dores latejantes; talvez mais uma a se perder nos caminhos escuros, talvez a ultima a viver esse pesadelo sombrio, talvez a exceção dos parâmetros do mundo, talvez ninguém mais.
Só queria reviver novamente o que fui pra poder constatar que sorri sem forjar, que vivi sem temer e que fui eu mesma sem duvidar…

Anúncios

9 thoughts on “Perdida…”

  1. Você não deve nada, imagine! Seus comentários deixados lá são perfeitos, assim como os posts! Olhe, eu perguntei pq eu nao achava que fosse real, quer dizer, achava que era um personagem pra um texto, apenas texto… mas com o que vc disse, eu acho e desejo, espero que os textos sofridos possam dar lugar aos mais alegres. Mesmo que os tristes sejam poeticamente lindos, nao vale a pena pq quando se tira as palavras que foram cuidadosamente estudadas não sobra nada lindo nas dores do amor =/

  2. Me procuro a saber, se realmente sei onde estou.
    Que não tenha medo de andar para frente e esquecer o passado.
    Viver perguntando, o porquê de estar só e não acompanhado.
    Saber que ainda tenho forças de acreditar que exista alguém em quem eu possa confiar, sem medo de sofrer ou até mesmo de me apaixonar.
    Mas se viver com esse medo todos os dias, não saberei o prazer de amar.

    não resisti e tive que escrever algo, gostei muito do poema, as vezes sinto a mesma coisa. Vou tentar voltar sempre para ler mais XD

    bjs

  3. Eu perdi as palavras, por fim.
    Em momentos assim, palavras de quem vem de fora, são tão covardes, então por isso, enquanto lia tuas letras cinzentas, desejei que você ficasse bem, muito bem.
    Amanhã terá sol sorrindo pra você, moça.

    Um beijo e paz! ;*

  4. Já havia me esquecido como são talentosos os seus textos… Como são verdadeiros…
    É muito bom retornar, antes faltava tempo, mas aqui estou eu.
    “Só queria reviver novamente o que fui pra poder constatar que sorri sem forjar, que vivi sem temer e que fui eu mesma sem duvidar…”

    Sabes que não posso falar algo,mas mais que isso, senter…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s