Todos.

No Frio da Noite

Procurava sair todas as noites para observar o que a escuridão tinha para lhe oferecer, revivia todas as cenas de sua vida numa nostalgia invejável e vivia ali sem preocupação sem cogitar tempestuosos problemas. Até o mundo sucumbir a sua frente e toda a magia se desfazer…
Tempestades invadiram seu cristal reluzente, fez da sua vida ausência; o sombrio tornou seu porto-seguro mais confortante, trazendo-lhe  a “calma” de uma alma já sedenta e fraca…
E tudo antes admirável se tornou pesadelo assombrado e nada mais restou da essência que um dia fez um mundo especial.
Viu pássaros virarem corvos, viu estrelas virarem pó, viu o sorriso numa lágrima caindo do céu e viu seu paraíso num breu surreal. Foi aí onde todas as estrelas despencaram, onde a maldição fez terra e céu um inteiriço inquebrável, ali onde nada se via, e a única coisa que ouvia era as lágrimas caírem uma por uma de um lamento sem fim, que o escuro ganhou valor, onde o lamento virou doce sabor de uma lição única a ser aprendida…
Não há escuridão na vida que não lhe mostre seu valor, não há noite sombria que não conforte sua dor, no mundo  há lugar para comportar o que trás dentro de si seja do tamanho que for, cada alma terá o lugar correto para calar seu clamor…
Na sombra, no vento, no frio da noite ela refez  a essência que já estava triste, morta; no silencio da escuridão ouviu o clamor de dentro do peito e respondeu-o a altura “venci sua pior etapa”, calou o que por dentro doía e amou cada detalhe disto, pois sombrio era, e sombrio serás dela. Sentiu o sabor da morte tão puro, mas amou aquele sabor da vida tão magnífico tão único.

Anúncios

8 thoughts on “No Frio da Noite”

  1. Os corvos se tornam anjos em alguma distância da escuridão, por algum infinito não revelado, fora do alcance da mente humana.

    Excelente texto.

  2. Ficou lindo!

    Às vezes a gente não percebe o quebra-cabeça da vida, onde tudo se encaixa e cada um tem seu lugar…

    “amou cada detalhe”
    acho que é o mais importante da nossa vida… não simplesmente aceitar ou deixar de lado, mas amar e compreender que depois da chuva, percebemos e damos mto mais valor ao sol .

    beijos Bekii

  3. oi novamente, não to conseguindo cuidar direito do umdiaumsom =[

    bom, vou fazer como uma amiga minha(Kee) disse, utilizar blog para vc fazer o que faz de melhor, que no meu caso é desabafar ^^.

    Adoro poemas, ou desabafos. Esse de hoje me deixou meio desnorteado, acho que não entendi e acho também que a falta de sono ajudou.

    “A verdade se esconde debaixo dos lençois e a mentira aparece quando a verdade aparece.”

  4. no silencio da escuridão ouviu o clamor de dentro do peito e respondeu-o a altura “venci sua pior etapa”

    que texto incrível!
    Quando se mergulha na sombra, nunca se sabe se dá pra voltar depois. Sombras são cativantes em certos pontos de vista..
    =*

  5. Magnífico…

    O engraçado é que você não vai poder sentir como eu gostei, não haverá palavras, não há. (não são meras palavras bonitinhas a elogiar).

    Você evoluiu muito desde a minha última visita. Mais que me surpreender… não sei dizer, só posso tentar fazer você entender:
    – Eu realmente gostei muito…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s