Todos.

Não é o fim

Por um momento tudo se apaga,
Toda aquela solidão bate insistentemente, com ela a insegurança, o medo e o choro mais uma vez…
Cada passo, cada mero passo pode estar ameaçado, e se você parar e pensar, qualquer atitude é letal ao que mais valorizamos…

Aí você implora você justifica não ser o fim, você sabe bem no fundo que o ponto final está longe, está distante e que a história, essa história não termina assim…
Mas o que adianta gritar? Se o tempo não está em nossas mãos, se o destino não está escrito no nosso diário cotidiano, se nossas linhas não são descritas literalmente por nós mesmo?
E, poder evitar qualquer incidente seria viver? E evitar qualquer choro, será mesmo aprender? E as tempestades existiram? A luz justificaria tamanha significância?
Não sei, sei que aqui e agora o medo domina, sei que aqui a ausência do sorriso fica, e em minhas mãos o “nada a se fazer”.
A procura incessante pra tamanha irresponsabilidade, o entender profundo pro desespero continuo do meu ser e o pedido gélido que ecoa a cada piscar de olhos por uma mera noticia sua…
E poder ti abraçar, poder ajudar…
E poder explicar para nunca mais se repetir,
E dizer que esse mundo não seria o mundo sem você…
Dizer que nada justificaria, nenhuma palavra supriria a perda,  tamanha dor se acontecesse…
Mas que Deus é grandioso é tremendo e poderoso e Nele sua vida se encontra e nenhum mau lhe atingirá…
Você voltará, seu sorriso freqüentara cada canto do meu espaço e aprenderei novamente a sorrir…

Você reagirá e será o mesmo, amado e querido…
Você seguirá e tudo se transformará como tem que ser!

Anda, levanta vem viver; sua história tá ecoando vírgulas, reticências…

Anúncios

10 thoughts on “Não é o fim”

  1. Por um instante tudo se apaga, tudo some da nossa frente.
    Li todo seu texto, virou um emaranhados de coisas na minha cabeça. Mas de uma coisa tenha a certeza, o meu sorriso quero de volta, não trazendo o meu passado.

    Amei seu comentário no meu blog. Hoje deixei lá uma outra Marca Triste.

    Beijos…

  2. de vez em quando penso que seria muito bom ter o controle do filme CLICK, mas por outro lado, não teria que passar por obstáculos que me fizeram aprender a viver dia a dia.

    Essa emoção de conseguir sobreviver no nosso mundo é gratificante, mesmo que não pareça. Talvez devemos abrir mais nosso olhos =[

  3. Esperança e certeza de um caminho escrito pelas mãos de Deus é o que nos dão forças para continuar e reagirmos a cada dor, a cada tropeço.
    Obrigada pela visita Beker, adorei seu blog tbm, voltarei mais vezes!

    Bjos

  4. Hoje estava a precisar disto. Mesmo!
    É tão bom encontrar paz longe de nós e senti-la tão dentro do nosso próprio corpo que parece ter estado sempre lá!
    obrigada!*

  5. Argh detesto imprevistos! realmente, se eu tivesse o controle de escrever minhas próprias linhas eles desapareceriam… mas aí é que ta, isso não seria uma vida real, seria um filme .-. e um filme bem chato onde todo mundo só fica feliz =]
    belo texto ;*

  6. Excelente texto, tenho me sentido assim ultimamente
    sei que a minha história não acaba aqui e que quem faz não sou eu mas não dá pra esconder a vontade de que as coisas sejam como eu quero
    é, o tempo vai curar essas feridas, meu choro e minha dor, e quem sabe eu volte a sorrir tambem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s