Todos.

Cinza

Muitos não aprenderam o que é realmente viver, o quanto podem ser duros seus passos, o quanto é triste suas manhãs cinzentas e o quanto tudo isso pode está fora de eixo.

Ainda não viram do amanhã um mundo decadente, dilacerante e doente. Não enxergaram o olhar perdido do próximo, o sentimento sôfrego daquele que lhe encara com um sorriso forjado no rosto. Muitos estão dando a última gota de suor em troca de uma sombra para simplesmente deixar-se levar.

Os ponteiros do relógio rotineiros movimentos que marcam tuas tristezas, que guiam tua rotina e ti prendem ao lado sombrio e curto do que é viver. Os sóis que não lhe encantam, as manhãs que perdem o brilho, os pássaros que já se encontram calados, as estrelas que não mais enchem teus olhos de luz, teu mundo cinza, tua verdade crua e nua.

Soa uma voz dentro do peito… – “Por onde anda toda beleza, o que fez dos encantos que se espalhavam detalhando teu mundo? O que fez do teu olhar? O que fez com você?” – E mais uma vez, silencio…

Não são as flores que deixei morrer, não é o vento que não mais me inspira, não é o sol que perdeu o calor em me aquecer, é meu coração meu coração que perdeu a esperança de um novo amanhecer. Os caminhos que torturaram meus pés, os espinhos que penetraram minha pele e o mal que sucumbiu a doçura que se encontrava no meu caminhar… Foi o tempo, maldito que levou o que antes me fazia sorrir, foi esse tempo inflexível que desfez com seus ventos cruéis o sorriso incandescente de meus lábios esperançosos… Um mal que tomou posse do que antes era vida dentro de mim…

“E eu fico olhando fixamente para o céu em busca de uma resposta…” ♪

Anúncios

3 thoughts on “Cinza”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s