Todos.

Verdades

Se não és feliz, porque vem?

Se não sorris, porque mentes o contrário? Se és infeliz, porque persiste, insiste ao invés de voltar, ao invés de desistir, de deixar pra lá?

Se não consegues, porque ainda caminha? E porque essa caminhada encontra-se com a minha?

Se és infeliz, por não vá, não segues teu destino com ar de quem quer dominar o mundo, ou ser dominado enfim…

Se vens porque não me poupas dos teus amargos? Porque me culpas por tuas lágrimas? Porque me tratas assim, indeferente…

Se vens, porque não me cativa, não me anima, não me mima? Se vens porque vem à mim tirar o sorriso que custou a surgir? Por que vens, afinal?

Não quero seguir teus olhos vagos, perdidos. Não quero sentir tuas lágrimas salgadas, feridas. Não quero sucumbir aos teus caprixos, aos teus perdidos se aqui já há tanto em mim.

Me esquece, me largues, me poupes de sofrer assim.

 

Anúncios

1 thought on “Verdades”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s