Balelas, Diário de Bordo, Todos.

Só o que está morto, não muda.

Borboleta

Não reclames, nem te faças de vítima.  Antes de tudo,analisa e observa. A mudança está em tuas mãos. Reprograma tuas metas. Busque o bem e viverás melhor. Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.

(Chico Xavier)

Mudar, requer um querer incondicional por algo maior, melhor que vai além das nossas meras expectativas interiores. Requer cobranças todo os dias, discussões pra escolher o caminho certo, introspecção pra sabermos discernir se ainda é a melhor medida, tolerância se tivermos que dar um passo pra trás. Mudar, requer desafios diários, exercícios mentais para que seja profundo para que seja verdadeiro. Abrir mão de qualquer atitude superficial. É começar a jogar fora aqueles papéis velhos, aquelas manias absurdas, aqueles trejeitos corriqueiros, é mexer e remexer por dentro para que doa (se tiver de doer), para que esvazie e esse vazio ecoe por todos os cantos do nosso cérebro lembrando que há um espaço aberto para ser preenchido, é mudar o interior, retirar e modificar as coisas esquecidas na estante, é levantar poeira e deixar a vida respirar. É saber escolher dentre muitas atitudes a correta, dentre muitos sentimentos aquela que faz diferença, é optar pelo que oferece mais detalhe que faça da vida mais colorida. Mudar, é começar é agir, é ação e reação é crescimento, é entender que o que não lhe faz bem, é desapegar do que virou comodismo é mexer-se.

A vida é uma constante mudança, é rotatória; tudo vira, volta, muda e melhora. Muitas vezes o mais difícil é dar o primeiro passo, depois dele o segundo e o terceiro se tornam prazerosos, se tornam intrigantes; sempre queremos saber qual será o próximo flash da fita e nunca mais paramos. Precisamos entender que nunca estamos sozinhos e que se escorregarmos e precisarmos voltar, teremos alguém para nos levantar e dizer “Estou aqui com você”.

Mude-se, reinvente-se, modifique-se; o prazer da vida é saber que podemos ser o que quisermos todos os dias.

 BekiGirl

Anúncios

3 thoughts on “Só o que está morto, não muda.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s