Balelas, Diário de Bordo, Todos.

Desapego

Aonde foram parar todas as esperanças, os sorrisos, a conquista, a luta. Porque sumiram todos os potes de felicidadImageme da estante, todos os retratos das prateleiras, todas as lembranças. Porque esmaeceu a alegria, daquela foto colorida tão especial? – Aonde foram parar as respostas, que estancavam o coração, deixava a sensação de cumplicidade de emoção. O que foi feito com os sonhos e onde está a estrada que me endureceu? – Ás vezes precisamos, parar; como toda música enjoativa, como todo dia estressante, como cada momento que merece ser eternizado, tem momentos na vida que necessitamos somente estagnar, assistir de camarote a vida passar, a curva da estrada vir e o vento bater no seu rosto lhe desejando boa sorte. Muitas vezes necessitamos somente nos reposicionar, abrir mão do que já não completa, do que já ficou ultrapassado, do que ficou envelhecido; desapegar do que ficou démodé (apesar de amar, démodé’s). Tem dias, que nos pedem isso, esquecer, iluminar-se, crescer…

BekiGirl

Anúncios

2 thoughts on “Desapego”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s