Diário de Bordo, Todos.

Lembrar de você me faz, sorrir

Eu posso virar a noite pensando em você e não me cansar; posso contar todos os teus defeitos sem querer afastar,contar todos os seus trejeitos e ainda assim me surpreender ao seu primeiro toque, posso lembrar das nossas antigas conversas, nossos planos, lembra? Da casinha de madeira no meio das árvores, e dos campos floridos? Lembra do nosso cantinho no meio do nada, só pra nós dois?! Dos dias frios? Do café suave. Lembra dos nossos planos, sua cerveja na minha geladeira, meu vinho na sua mesa.  Podia recontar quantas vezes planejamos passar nosso final de semana, montar nosso quebra-cabeça, ou ficar simplesmente em silêncio perto do outro. Eu poderia, cantar qualquer canção que nenhuma delas seria igual aquela da sua presença e poderia, só sorrir novamente ao ti ver online no Skype, me constranger ao ouvir sua voz, ou simplesmente esquecer que a ligação é em grupo e me alegrar ao ouvir seu “OI” meio sem jeito. Ouvir sua explicação pela milionésima vez que você “respira pela boca e por isso fica o chiado no microfone”. Lembrar que não acreditou na minha história de que sim, eu cai na friendzone. Posso lembrar dos seus olhos a me observar, da sua vergonha quando eu elogiei e do seu jeito meigo de querer não perder nenhum detalhe e ainda assim tentar prestar atenção na nossa conversa, sim eu sei, você tem déficit (e cá pra nós, isso é um charme), e por falar em charme, e seu sorriso canto de boca, no meio dessa barba por fazer que me deixa nas nuvens? OK. Não precisamos detalhar. Mas é simplesmente bom, lembrar… Acho que nunca agradeci tanto sua bebedeira desenfreada, pela coragem de assumir e colocar em pratos limpos tudo que sente por mim, e por pouco que seja, por muito que se pareça, eu quero sim, quero você aqui pra esquentar minha cama, pra me abraçar nos meus pesadelos, pra beber do meu vinho, eu da sua cerveja. Pra rir dos papos bobos e achar ruim os LEDs desses aparelhos ultra-modernos. Quero sim, poder ser verdadeiramente eu mesma, sem precisar fugir dos meus defeitos, simplesmente por eles ti fazerem sorrir, e mesmo que meu ciúmes venha bater na cara de nós dois, poder ter você me fazendo raivinha só pra ganhar carinho depois. Eu gosto mesmo de você, e talvez possa não parecer, mas esperei muito por poder lembrar mais coisas de nós dois… Obrigada por me fazer sorrir!

BekiGirl

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s