Todos.

Porque?

É difícil acreditar que ouvi de você o que meu coração não queria escutar! Difícil crer que depois de longos 10 anos você demonstrou o quão estranha sou na sua vida, o quão diferente sou na sua percepção. Tem sido difícil assimilar as palavras que foram soltas, a atitude que tomou, e compreender o rumo que essa história tomou!! Eu que ensaiei incansavelmente todas as palavras, pontos e vírgulas para que não houvesse erro, dúvida. Eu que procurei uma melhor opção, um melhor jeito, uma maneira mais sutil, que preocupei com o que tínhamos até aqui, que imaginei mil e uma alternativas para não ferir nossa história, para não intervir no contexto, para não machucar e até mesmo para amenizar cada coisa. Eu que na minha posição escolhi afastar invés de correr atrás do que meu coração canta por aí… Eu que fiz tudo pensando no nosso melhor…

Ás vezes me pego pensando até quando você vai descontar em mim o que outros fizeram à você, fico contando nos ponteiros do relógio até quando você vai fazer da minha bondade, do meu coração: tapete. Me pego pensando o quanto eu errei, no que eu errei pra existir tanta desconfiança em mim, sabe o que é pior? Não consigo ver, porque até aqui fui integra, fui sincera, fui eu mesma sem mentiras e forjamentos. Você que conhece minhas fraquezas, meus medos, minhas inseguranças. Você que sabe por quanta coisa passei, o quanto esse pobre coração foi maltratado pelo tempo, pelas pessoas, pelas circunstâncias, você que conhece cada detalhe dos meus dias; minha música, meus lugares preferidos, minhas paixões passageiras, meu amores não correspondidos. Você que sabe meus erros, meus passos, meus desleixos… Você que me viu crescer, virar mulher.. É incompreensível!

Massacrada por um erro que não foi meu, julgada por uma atitude que não condiz com o quem sou, rejeitada numa mentira que não é a minha. E logo você que esperava que fosse o primeiro a me entender!!!  Só me diz, porque? – Perdoei teus erros, chorei nas tuas culpas e medos, fiz morada e porto seguro quando tudo ao seu redor ameaçava sucumbir. Chorei e implorei aos céus pelo seu retorno, toda vez que numa notícia indesejada sua chegava aos meus ouvidos, imaginando que não teria a chance de dizer a você tudo que se passava aqui dentro. Eu que lutei pela sua felicidade, passei por cima de mim pra ti fazer enxergar os caminhos que melhor atendiam seu coração. Eu que sempre estive aqui por você, porque?! Porque me diz isso? Porque me julga assim?

…e tudo que eu consigo fazer é chorar! Choro de raiva, de decepção, de saudade, de culpa… Choro pela desconfiança, pelo julgamento, pelas palavras que saíram sem você nem pensar, choro por ter feito tudo, por não ter acreditado, por ter continuado, e por ainda saber que estarei aqui; choro porque você não sente, não sofre, não liga. Choro por ter perdoado, por não ter imaginado, por você ser assim tão estranho pra mim. Choro de saudade, de medo…choro novamente por você!

Só me diz, porque?

BekiGirl

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s