Todos.

Você já sentiu como se algo dentro de você morresse lentamente? E já se desesperou ao perceber que dentro de você ia ficando um vácuo, uma falta, uma brecha que não dá pra preencher?

 

Não sei o que anda acontecendo, as coisas ao meu redor vão morrendo e aos poucos vou percebendo a frieza tomando conta do meu coração, as lágrimas hoje escorrem com mais facilidade e toda noite as lembranças veem me assombrar como se ao amanhecer as coisas voltariam ao seu lugar! Não sei o que anda acontecendo, minha sensibilidade a flor da pele não me deixa mentir que existe dentro de mim uma falta incalculável, uma saudade torturante e uma decepção inexplicável. Não sei o que anda acontecendo, mas ta doendo e quanto mais tento esquecer, mais acabo me procurando por você e se isso não é amor, meu Deus eu não sei o que pode ser. Ás vezes me pego distante, pensando que posso estar adoecendo, muitas dessas vezes não importo, porque não faz diferença pra mim e não consigo lidar com essa rejeição que fica sobrevoando meu coração todos os dias; no restante do tempo fico tentando encontrar maneiras e motivos para levantar e as lágrimas me impedem de enxergar. Tenho andando sozinha, tentando aceitar os fatos, tenho tentado ignorar e as palavras não param de sair do meu coração, como um grito surdo nesse espaço vazio, não visitado. Eu sei que você continua andando por aí, prosseguindo sua vida, o que na verdade me leva a crer que nada da nossa historia fez diferença; acontece que no final das contas nem eu mesma sei se isso é verdade, você sempre quis se passar por forte, até mesmo quando a tempestade era grande até pra mim que tava do seu lado, e sempre admirei o fato de você conseguir transparecer estar bem pra aqueles que não te querem bem continuar morrendo de inveja por não conseguirem te derrubar, acontece que eu não sou assim, e as pessoas que não me querem bem, me veem caída, sem forças e chorando…

As minhas playlist’s que tanto adorava ouvir, hoje viraram torturas melódicas que só falam de saudade, de amor, de lágrimas ou simplesmente falam entre linhas, de você. Não tenho conseguido encontrar forças pra levantar, pra caminhar; as músicas já não me satisfazem, as palavras parecem não sumir não saciar e a saudade se tornou sufocante dentro do peito. Não consigo lidar, não consigo parar de: escrever, chorar, implorar… Eu amo você!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s