Balelas, Diário de Bordo, Leitura, Todos.

Tempo é Remédio

 A vida nunca avisa qual a melhor hora para seguir enfrente, ás vezes o remédio é curtir o momento, as dores, as decepções, os medos e rancores com calma, com tempo e é por isso que o tempo cura tudo (santo remédio), ou não. Ele pode ser traiçoeiro nos fazer manter a mágoa a decepção ali na beira do precipício esperando o momento certo de agir e nos dar o golpe fatal ou nos mostrar o quão não esperamos o remédio agir por inteiro. Ficamos com pressa de engolir o mundo de buscar a percepção as coisas mais simplórias, quando são os detalhes que nos fazem enxergar além dos horizontes. Nos manter abertos a qualquer mudança de tempo e não nos impedir de viver  por medo, por receio ou simplesmente por não saber o que nos aguarda ali na frente, – que a frente os bons ventos possam abençoar, e os pensamentos positivos possam nos dar força para caminhar. A vida é mesmo cheia de mistérios, pequenos erros nos fazem crescer a uma quantidade exorbitante que qualquer acerto ou ganho não podiam nos mostrar, nos faz entender quando estamos realmente preparados pelo que está por vir e quando precisamos amadurecer para sermos melhores, pessoas mais sábias.Cogito até ser daquelas velhas sábias e contadoras de histórias para mostrar as pessoas que para viver basta apenas deixar o tempo existir, resistir a ele e ser feliz!

 

BekiGirl

Anúncios
Balelas, Diário de Bordo, Leitura, Todos.

“Todo sopro que apaga uma chama, reacende o que for pra ficar..” ♪

 Fora dos eixos, talvez, mas quem nunca se encontrou assim, desaprumado da vida, desgostoso com o rumo das coisas que atirem a primeira pedra, e que nunca se esqueçam de que ela pode voltar…

  Bom, nem tudo são flores, doces e perfumes e a vida nem está aqui disposta a quem quer viver uma perfeição. Estamos em constante mudança, fazendo escolhas todo santo dia, até em dia não Santo, imagine só. Venho aprimorando o fato de que necessito me conhecer mais, me reconhecer em outros atos e até mesmo em ações corriqueiras do dia-a-dia, afiar minha mente, aguçar meus sentidos me pôr no lugar dos outros e saber exatamente como agiria. Eu necessito me entender. E abrir mão das coisas que não me fazem bem, é só um dos quesitos da lista (imensa), que tenho em mente.  O ato de fazer escolhas, e arcar com suas consequências. Reconhecer seus limites, e se esforçar ao máximo para expandi-los. Se aperfeiçoar em aceitar, compreender e ser tolerante. E aprender a impor meus valores; valores pessoais, profissionais, valores de mim como mulher. Resolvi ser assim, e como nunca me opus em crescer, eis aqui alguém que está em busca de melhorar. Em fase de mutação e que não seja genética por favor.

Sempre acreditei que os livros são maior fonte de vida que já existe, de inspiração de alegria; é neles que muitas vezes encontramos força, sonhamos, desejamos e entendemos algumas coisas, e não diferente disso o livro que peguei na biblioteca essa semana me fez crescer, e entender que necessito de mim mesma, com o título bem peculiar de “Por que os homens amam as mulheres poderosas?”, me fez entender um mundo do qual não pertencia e achar características minhas que precisam urgentemente serem melhoras. Antes mesmo de julgar “Poxa, lendo livro de auto-ajuda.” ou, “Meu Deus quem lê algo desse gênero”, tenhamos que ter em mente que livros são livros e as palavras podem serem calorosas para um bom leitor. Nunca fiz distinção de livro pelo titulo e é por isso mesmo que me surpreendo a cada livro que leio. Não diferente, esse acordou meu lado Mulher de ver a vida. Obrigado Sherry Argov, você me surpreende a cada página, e me fez enxergar que podemos ser diferentes, podemos mesclar do altruísmo ao egocentrismo, desde que saibamos como não ser extremistas, e que devemos acima de tudo nos amar.

As vezes necessitamos de um choque de realidade, um sopro de mudança, e fico imensamente feliz de ter encontrado um porto seguro num livro tão singelo e peculiar.

Post grande eu sei e prometo voltar pra falar do livro da Martha Medeiros.

Até lá, que sejamos grandes, fortes  e maduros para aguentar os vendavais da vida.

BekiGirl

Leitura, Todos.

Nora Roberts em: Lua de Sangue

Lua de Sangue, retrata a história dramática e triste de uma menina que aos seus 8 anos de idade “vê” sua melhor amiImagemga sendo assassinada. Tory Bodeen, vive uma vida complicada onde seu pai tem uma política de criação rígida e a única coisa que fazia da infância dela melhor era a amizade com Hope, porém em um dos seus passeios noturnos o massacre acontece e a história de Bodeen dá uma reviravolta, ela sai da cidade e vai viver longe de onde aconteceu a tragédia e aos 18 anos de idade ela resolve voltar a cidade (Carolina do Sul) para se livrar e se resolver com o assassinato de sua melhor amiga, do qual ela nunca se conformou e livrou. Reencontrando os familiares de  Hope e todas os seus questionamentos e acusações de uma culpa que ela não tinha, Tory vive de bons à maus momentos.

Bom, é bastante complicado falar desse livro, primeiramente porque amo as histórias da Nora Roberts, porém esse livro não me enfeitiçou e instigou a ler como os outros da autora, o inicio da história é cansativo, fatigado e cheio de detalhes que tornam a leitura um pouco tediosa, e o desenvolver da história só acontece depois da metade do livro. Confesso ter sido difícil pra mim vencer algumas páginas, mas me surpreendi muito com o desenrolar da narrativa. Indico pra aqueles que gostam das narrativas misteriosas e que estejam espiritualizadas pra viver essa história triste.

Como citei que não gostei desse livro, porém sou apaixonada pela autora me senti na obrigação de indicar um livro da o amuletomesma que eu admiro e gosto. O livro chama “O Amuleto”, e conta a história de uma arqueóloga que encontra um
Amuleto até então amaldiçoado e passa a pesquisar e descobrir os mistérios daquela relíquia perdida o que leva ela e seu pai a conviver com dois mergulhadores, um deles Matthew seu par romântico. O livro mistura aventura, romance e mistério. Indico muito pra aqueles que adoram uma boa aventura e os que adoram um livro água com açúcar.

Fui fazer minha visitinha habitual hoje á biblioteca e de lá trouxe: “A Queda de Atlântida” (Marion Z. Bradley) e “A Graça da Coisa” (Martha Medeiros).

BekiGirl

 

 

Balelas, Diário de Bordo, Leitura, Todos.

“Não se Desespere”

 “Tenho andado distraído impaciente e indeciso, e ainda estou confuso.. (…) Me fiz em mil pedaços pra você juntar e queria sempre achar explicação pro que eu sentia.”

Não preciso dizer muito, só a estrofe do Legião Urbana fala por mim, tenho andando mesmo distraída, impaciente e indecisa, confusa com tudo, e tentando encontrar explicação pro que sinto. Geralmente a tendência da vida é se tornar mais fácil a medida que sua mente alivia seus pensamentos e seu coração tende a bater no mesmo compasso. O problema é quando sua mente martela e ti lembra dos problemas toda hora e quando seu coração insiste em bater em ponta de faca achando que um dia ela vai amolecer. Mas os caminhos tendem a ser assim mesmo, difíceis para se tornarem melhores quando conquistados e vencidos. Sinto falta da simplicidade de viver, de não me preocupar e amar por mim sem precisar sentir de volta essa amor, ás vezes saudade da solidão e das expectativas de um amor mistério, mas nunca de um amor mal resolvido. Minha vida tem andando bem complicada, poderia até dizer amarga; e venho largando e descreditando das coisas que poderiam me fazer bem. Mas enfim não paro de caminhar, acho que meu ego interior ainda precisa provar que sou capaz de viver melhor e vou vivendo com o que tenho em mãos.

 Venho pedir desculpas ao meu relapso quanto ao blog, estava sem computador, estava sem tempo, estava sem ânimo. Mas voltei e tá tudo em ordem. No post do Dan Brown eu citei que estava lendo “Não se desespere” então pra não sair dessa linha vou falar dele hoje.

“Não se Desespere” é uma junção de temas cotidianos comentados e apresentados com base filosófica.

 O autor propôs nesse livro levar aos leitores a refletir e divagar sobre os temas abordados de uma forma simples e leve livrando-nos de pensar em problemas e sim, entender um pouquinho melhor.  Foi bem inteligente a forma de abordar os temas, você aprende a olhar de uma forma diferente e descobre vários ângulos sobre o assunto dos quais não tinha cogitado. É um livro introspectivo e reflexivo então indico para quem gosta de encontrar paz interior e passar uma parte do dia pensando nas questões da vida.  Como é de fácil leitura e acaba sendo divertido ler, indico a todos, apesar de ser um livro mais psicológico a leitura é tranquila.

Quanto ao livro “Coração do 6° exército” não consegui acabar de ler, confesso é um livro que não me prendeu, não é do meu gosto literário mesmo. O livro é baseado em memórias de sobreviventes das batalhas de Stanlingrado; e por mais que eu tente gostar desses assuntos não me convenceu. Indico pra quem gosta de livros desse estilo, as criticas são boas quanto ao livro.

Bom, como minhas aulas do técnico começaram meu tempo será menor, então dessa vez peguei somente um livro na biblioteca que é “Lua de Sangue” da Nora Roberts (que já estou amando) então se minha mente me largar talvez o próximo post será sobre ele. Até lá… Beijo!

BekiGirl

 

 

Leitura, Todos.

Dan Brown: Fortaleza Digital

  Narrativa intrigante, livro de suspense e muitos algoritmos; esse é só o primeiro livro de Dan Brown.

Fortaleza Digital narra a história de um programa de criptografia usado pela NSA (Agencia de Segurança Nacional) para decifrar códigos e mensagens secretas, porém um ex-funcionário da NSA como vingança resolve criar um código indecifrável e torna-lo público o “Fortaleza Digital’.

Lendo o livro, me vi muitas vezes no mundo de Tolkien atrás do “Anel Precioso”, acontece que o tal ex-funcionário, Ensei Tankado resolve colocar o código do algoritmo em um anel e grande parte da narrativa descreve a “procura” por esse anel.
Dan Brown sempre me surpreende e apesar de ter lido suas obras em sequências diferenciadas de publicação esse, mesmo sendo um dos seus primeiro livros publicados, não ficou atrás. Brown tem uma fixação interminável por simbologias, criptografias, seitas o que me faz querer sempre ler algo que venha dele.
Pra quem curte uma narrativa de suspense eu indico, além de ser de fácil leitura você se prende ao enredo e a curiosidade só aumenta ao longo do desenvolver da história.

Pra quem não conhece, Dan Brown é um escritor norte-americano, que ficou conhecido pela publicação de “Código da Vinci” ( um dos melhores livros de suspense e simbologia que já li), a partir daí seus livros como “Ponto de Impacto” e “Anjos e Demônios” veio à publico aumentando ainda mais o número de leitores das suas histórias. O último livro do autor publicado foi “Inferno” que já será adaptado para cinema no próximo ano (expectativa à mil).

Ps: Próximos livros “O Coração do 6° Exército” (se eu conseguir terminar de ler rs) e “Não se desespere” !

BekiGirl

Leitura, Todos.

Jane Austen; “Razão e Sensibilidade”

Então como prometido, venho falar dos livros que citei no post anterior, vou começar pelo livro da Jane Austen do qual cometi um “erro” de ter pego duas vezes um mesmo livro e mal se lembrar do título (sim minha memória ás vezes é falha). Mas pra quem não conhece nada sobre a Jane Austen, eu a apresento. Ela foi uma escritora inglesa, da qual se destacou ao escrever seus romances .  Até hoje é referência na literatura e seus livros são estudados e utilizados no mundo acadêmico.  O livro que falarei abaixo é considerado uma das suas principais obras juntamente com “Orgulho e Preconceito”.

ImagemEntão mesmo pegando-o pela segunda vez li sem cogitar, afinal já que tinha pego não ia desperdiçar a chance de me deliciar com esse romance. A história são de duas irmãs que aprendem a equilibrar “Razão e Sensibilidade”; Elinor, filha mais velha dotada uma sensibilidade  grandiosa mas que sempre age entorno da razão, portanto muitas vezes durante a narrativa ela é criticada como “fria” e “sem sentimentos”; e Marianne a extremamente romântica, e apaixonada que passa grande parte da narrativa imaginado e descrevendo seu amor. No decorrer do livro elas aprendem a achar um meio termo nos sentimentos e a conviver com isso. Pra quem nunca leu, informo desde de agora que o inicio do livro é “chato”, descreve muito a mudança da família a convivência com novos vizinhos em uma nova cidade, então pode parece um pouco mais parado; mas ao decorrer da leitura o livro fica excepcionalmente bom. Portanto, recomendo.

Filme

 

   E pra quem não é tão fã de livros assim, ou não tem tempo para ler,  o livro teve várias adaptações pro cinema e um seriado que segundo o wikipedia foi feito em 1981, os filmes foram três em 1995, 2000 e 2008.  Bom só por aí já podemos avaliar que o livro não é ruim, então vale a pena ler. (Fica aqui minha dica, mas antes saibam que eu não assisti a nenhum dos filmes ou ao seriado, ainda).

O segundo livro  “Fortaleza Digital”,  eu farei mais pra frente, mas já adianto que o livro é intrigante. Bom, galerinha estou aberta a sugestões de livros,  então quem quiser indicar algum comente aí ou me mande e-mail vou ficar feliz.

BekiGirl

Balelas, Leitura, Todos.

Mudanças e Recomeço

Então resolvi adotar algumas mudanças que fariam meu blog ficar um pouquinho mais leve, a começar pelo layout branquinho. Bom nessa “nova fase” vou publicar e ás vezes comentar os livros que estou lendo/li (até porque leio demais); vou publicar um pouquinho do meu lado artístico e sim darei mais atenção ao blog, afinal é meta de ano novo e eu não vou desanimar (não sei até quando rs).  Quero antes falar que abri um Pinterest pra publicar meus desenhos; achei uma ferramenta simples e interessante além de ser mais fácil pra vocês acompanharem meus desenhos.

E como hoje é o primeiro dia de mudança, vou começar a postar alguns desenhos que fiz, e agradecer ao meu amorzinho que me deu todo o material de desenho pra eu recomeçar meu sonho. Sim recomeçar, a muito tempo tinha deixado de desenhar (por motivos que não sei explicar), e ele veio me incentivar a recomeçar, e sou extremamente grata por isso.

EsquilosBorboleta

Dexter

Imagem Aí estão alguns desses desenhos que citei, tenho muitos e aos poucos vou colocando no pinterest como havia dito, lá tem mais quem quiser dar uma olhadinha.

E antes de terminar esse post imenso, meu livros de cabeceira são:

Livros de Cabeceira
Razão e Sensibilidade (Jane Austen) e Fortaleza Digital (Dan Brown)

BekiGirl